Veja como é dada as titulações de nível profissional do xadrez

25/09/2012 21:13

 

Saiba quais são os jogadores mais bem colocados no cenário nacional

Escrito por  Frederico Gazel DRT:15423/MG

     Assim como nas áreas da ciência onde os estudos são baseados no conhecimento prévio de determinado tema e o reconhecimento do profissional está imbuído na titularidade que o cerne, o xadrez também requer uma diplomação. Em meio às estratégias e táticas do jogo, horas afinco e até anos de dedicação são certezas de que conduz o enxadrista ao nível de conhecimento tal qual é concedido à graduação que o xadrez lhe oferece.

     Conhecido como “títulos de mestres”, as graduações no xadrez envolve um nível de informação e experimentação do jogo a ponto de distinguir atletas amadores e profissionais do esporte. Diferença que pode ser notada através do Elo - pontuação no ranking internacional, popularmente chamado de “rating” - sistema que é adotado pela Federação Internacional de Xadrez (FIDE) desde 1970.   Com este sistema de pontos, a  FIDE outorga os títulos de mestre descritos a baixo na ordem crescente: Mestre FIDE, Mestre Internacional, e Grande Mestre Internacional. Recentemente foi criado um novo título chamado de “candidato a mestre”  que nada mais é que uma titulação antes dos mestres.

     Atualmente, o Brasil detém de 137 titulados, 26 Mestres Internacionais e 11 Grandes Mestres. No mosaico, veja quem são os Grandes Mestres do xadrez brasileiro e em que ano conquistaram o maior título do xadrez internacional.

Como é o processo até se tornar mestre?

     Inicialmente, o jogador deve ser inscrito na Federação Internacional de Xadrez que pode ser feito a partir de 9 partidas oficiais disputadas com adversários também rankiados na federação.

Título                        Rating/Pontos              Normas

      Mestre F.I.D.E.

       2300

Nenhuma

     Mestre Internacional

       2400

3

     Grande Mestre

       2500

3


     Para obtenção do título de mestre FIDE é necessário a pontuação mínima de 2300 pontos no parâmetro internacional. Já para o nível de mestre internacional, o jogador deve alcançar além da marca dos 2400 pontos, normas que representam um destaque notável em três competições de Mestres Internacionais, (com mínimo de dois estrangeiros) e conseguir a pontuação-média do evento. Sobre a titulação mais alta do xadrez internacional, os requisitos mínimos são 2500 pontos e conquistar três normas no mesmo formato da titulação anterior, desta vez em competições de Grandes Mestres Internacionais.

     Confira também a lista completa do ranking nacional de jogadores brasileiros:   http://ratings.fide.com/topfed.phtml?ina=1&country=BRA

Postado por Frederico Gazel - Assessor de Comunicação FMX